escritório

escritório

sexta-feira, 29 de junho de 2012

FIM DA GREVE DA UERN

Decidido. Os trabalhadores em greve na Universidade do Estado do RN (UERN) decidiram pelo fim da paralisação à manhã de hoje, em decisão manifestada em assembleia geral em Mossoró.
As aulas deverão ser retomadas à próxima semama, logo na segunda-feira (2).
Mesmo considerando que o governo não atendeu plenamente aos pleitos de professores e pessoal administrativo, os participantes da assembleia majoritariamente acataram a proposta.
A proposta é de aumento salarial em três parcelas, no curso de três anos consecutivos, a partir deste 2012. O aumento é de 8,5% para 2012, com 3,5% em junho e 5% em setembro.
Já em 2013, passará a 9% no mês de maio. Quanto a 2014, o acertado ficará em 10%.
O presidente da Associação dos Docentes (ADUERN), professor Flaubert Torquato, avaliou que foi aceitável o compromisso, mas as negociações por outros ítens reivindicados vão continuar.
A paralisação já dura quase 60 dias. Em decisões judiciais, os grevistas tiveram amparo que consideraram a greve como “legítima”.
No ano passado, a paralisação durou 106 dias, um recorde no serviço público do Rio Grande do Norte.
Nota do Blog – Governo submeteu-se a um desgaste irreparável e a comunidade acadêmica viveu mais um período de embaraços. Uma gotinha de bom senso, lá atrás, teria evitado tudo isso.

fonte: blog Carlos Santos





Nenhum comentário:

Postar um comentário