escritório

escritório

domingo, 23 de setembro de 2012

UFC: BELFORT PERDE PARA JON JONES


O impossível não aconteceu. No duelo de leões e fenômenos, o primeiro mostrou que uma lenda, mesmo merecendo respeito, pode ser superada. O americanoJon Jones se recuperou de um susto no primeiro round e derrotou o brasileiro Vitor Belfort por finalização, com uma americana a 54s do quarto round, e manteve pela quinta vez o cinturão dos meio-pesados do UFC na luta principal do UFC 152, disputado em Toronto, no Canadá, na noite deste sábado. Com a manutenção do título de Jon Jones, o Brasil segue com quatro cinturões do UFC - Renan Barão (interino - galos), José Aldo (penas), Anderson Silva (médios) e Junior Cigano (pesados) - contra quatro dos EUA - Demetrious Johnson (moscas), Dominick Cruz (galos), Ben Henderson (leves) e Jon Jones (meio-pesados) - e um do Canadá - Georges St-Pierre (meio-médios).
UFC 152 JOn jones e vitor belfort (Foto: Agência Getty Images)Jon Jones encaixa uma americana em Vitor Belfort e vence a luta no UFC 152 (Foto: Getty Images)
A derrota foi a décima sofrida por Vitor Belfort, que tem 21 vitórias na carreira. Jon Jones conquistou sua 17ª vitória, tendo sido derrotado apenas uma vez.
- Olha, (o Vitor) me pegou de um jeito que eu nunca senti, mas eu trabalhei duro demais para essa luta. Achei que ele ia quebrar o meu braço, nunca senti nada assim antes. Depois, senti que o braço estava adormecido, mas o meu cérebro me mandava socar, e foi o que eu fiz. Não costumo lutar contra canhotos, e tenho de trabalhar muito para uma situação como essa. Agora me sinto bem, tenho grandes pessoas na minha vida, como minha mãe, que me ensinou a enfrentar as adversidades - disse Jon Jones, após a luta.
UFC 152 JOn jones e vitor belfort (Foto: Agência Getty Images)Jon Jones comemora a vitória sobre Vitor Belfort na luta principal do UFC 152 (Foto: Getty Images)
Triste após o combate, Vitor Belfort explicou o que sentiu quando quase finalizou Jon Jones no primeiro round.
- Eu estava sentindo que o braço dele estava quebrando, mas ele é duro. Eu não tive tanto tempo para me preparar, e ele me pegou na costela. Tentei trabalhar o jiu-jítsu, mas ele se defendeu bem. É por isso que é o campeão. Achei que ia ganhar hoje, mas eu o respeito como o campeão que é. Obrigado aos brasileiros pela torcida, ao UFC e a todos que me apoiaram - disse Vitor Belfort.

FONTE: GLOBO ESPORTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário