escritório

escritório

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

REUNIÃO DA BASE ALIADA DA ROSA EM BRASÍLIA


A fumaça é de paz.

Depois de quase três horas reunida na residência da Presidência da Câmara Federal em Brasília, a base de sustentação do Governo Rosalba colocou os pontos nos is.

I de insatisfação, de intransigência,  de impaciência, de incompetência, de impotência.

A base saiu maior. Por volta das 21 horas os PMDBistas Garibaldi e Henrique Alves mais o senador José Agripino (DEM), deputado federal João Maia (PR) e Ricardo Motta (PMN) chegaram para reunião.

Lá, a governadora esperava acompanhada por Carlos Augusto Rosado e o deputado Betinho Rosado (DEM).

Passado, presente e …  2013 posto na mesa – imaginária – da sala de estar.

Críticas e sugestões de um conselho político (adormecido), que passou a ter vez e voz.

- O RN precisa aproveitar o bom momento nacional que atravessam seus principais representantes políticos!

Fala-se de Garibaldi Ministro, Henrique presidente da Câmara, dentre outras boascoincidências.

Para isso, forças somadas e não divididas. Para isso,  decisões pensadas e tomadas pelo grupo em seu sentido mais amplo. E representativo.

A hora é de pensar 2013. Quem e  para onde em 2014 …  é outra história. Segundo os presentes,  nem sequer mencionado na noite desta segunda.

Um consenso que palanques e chapas passam antes por um bom trabalho (ainda) a ser realizado. Aposta no tempo que resta!
Pelo Rio Grande do Norte, pelo voto de confiança à governadora que também merece ajuda para (ainda)  ”fazer o RN acontecer”.

Como definiu um dos aliados de primeira hora:

- Esta reunião funcionou como disparo de uma bala de prata.

Ou seja? O último e certeiro  tiro para alcançar o alvo desejado.

Pausa para o jantar com direito a salada verde, massa fresca, salmão e filé. Pudim de sobremesa. Brinde comedido a??

 Um novo – e melhor – momento  para o Rio Grande do Norte.

Amanhã uma nota com os propósitos da reunião será distribuída à imprensa. Seis tópicos resumindo oanimusda base aliada sob a pena do senador José  Agripino com sugestão de todos da base, agora renovada.

Um futuro escrito com a boa convivência de esperança não só verde mais aliada à  concretização dos sonhos do Estado. Sob o espírito mais democrático possível. À prática!


Laurita Arruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário