escritório

escritório

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

PREFEITOS AMEAÇAM GREVE


braço cruzadoA Folha de São Paulo revelou que prefeituras de Pernambuco e de Minas Gerais ameaçam fechar as portas em protesto contra a queda nos repasses federais do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), verba mensal usada no custeio das administrações. O movimento ocorre nos Estados dos presidenciáveis Eduardo Campos (PSB-PE) e Aécio Neves (PSDB-MG), no momento em que ambos elevam o tom contra o governo de Dilma Rousseff, candidata à reeleição em 2014.
Em PE, o protesto é organizado por aliados de Campos e poupa a gestão estadual. Já em Minas são alvos tanto o Planalto como a gestão de Antonio Anastasia (PSDB), sucessor de Aécio no cargo. A paralisação em Pernambuco está marcada para quarta em ao menos 25 cidades. Os prefeitos dizem não ter como fechar as contas e que terão que demitir funcionários a partir de novembro. “O FPM representa ao menos 90% [da receita] nos municípios de até 50 mil habitantes”, afirmou José Patriota (PSB), prefeito de Afogados da Ingazeira (PE) e presidente da Associação Municipalista de Pernambuco.


Postado no blog de Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário