escritório

escritório

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

JORNALISTA DENUNCIA ENTREGA CLANDESTINA DE MEDICAMENTOS

fonte: Carlos Barbosa

Este blog, longe disso, não quer fazer nenhum juizo de valor. Mas jornalismo se faz baseado em fatos e como tal a denúncia do jornalista Ailton Medeiros, levada as redes sociais, através da sua conta no twitter na manhã desta quinta-feira (25), portanto, tornada pública, até prova em contrário, é um fato e merece ser noticiada. O ônus da prova cabe aí a quem denunciou. O blog apenas reporta. Cabe ao Ministério Público, como o próprio jornalista afirmou, apurar a sua veracidade.
A casa de número 1352 da Rua Pedro David Filho em Candelária, é uma central de distribuição clandestina de medicamentos de Henrique/Vilma.
Há cerca de um ano a movimentação na casa é sempre a noite. Lá, segundo uma moradora da rua, carrões entram e saem com vidros fechados.
Este repórter ouviu duas moradoras da rua Pedro David Filho, na Candelária. Uma delas contou que os homens trabalham para Henrique Alves.
A moradora também revelou que o nome de Henrique Alves é mencionado nas conversas noturnas. A PF e MP tem que agir rapidamente.
Há cerca de dez meses uma moradora da rua conseguiu entrar na casa por acaso e viu prateleiras repletas de remédios. Parecia uma farmácia.
Comuniquei o fato ao MP que quer ouvir a mulher em caráter sigiloso.
Meu papel como jornalista é ouvir e divulgar a informação. Jornalista não é autoridade.
- See more at: http://blogdobarbosa.jor.br/?p=94900#sthash.0B31s65c.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário