escritório

escritório

sábado, 20 de fevereiro de 2016

POLÊMICA NO CARNAVAL CARIOCA


fabiano“É natural que, para as escolas (de) que eu tirei ponto ano passado, eu dê uma moralzinha a mais, de repente até com 10. É um rodízio natural”. A declaração foi dada em áudio a que o EXTRA teve acesso e que é atribuído a Fabiano Rocha, jurado do quesito Bateria afastado horas antes do desfile do carnaval carioca, após o vazamento da gravação para dirigentes das agremiações. De acordo com o diálogo de Fabiano com uma mulher não identificada, ao contrário do que afirmou o coordenador da comissão de carnaval da Beija-Flor, Laíla, a Unidos da Tijuca não seria beneficiada pelo esquema, mas sim, prejudicada. “É muito possível que eu vá tirar (pontos) da Beija-Flor, do Salgueiro, da Tijuca”, diz o jurado no áudio.
O músico forma, ao lado de Bonatto, uma dupla sertaneja que faz shows principalmente em bares e boates do Rio e de Niterói. Em 2014, eles abriram uma apresentação de Zezé Di Camargo e Luciano no Barra Music.
Procurados pelo EXTRA, Fabiano e Laíla afirmaram que não poderiam se pronunciar, pois vão depor na segunda-feira na Delegacia Fazendária (Delfaz), que investiga a denúncia de fraude. “Não posso falar, até porque isso já virou inquérito”, disse o jurado e músico. “Depois do depoimento, me coloco à disposição para falar”.

ROBSON PIRES

Nenhum comentário:

Postar um comentário