escritório

escritório

terça-feira, 21 de junho de 2016

OPERAÇÃO TURBULÊNCIA


Foto: Reprodução
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (21) a Operação Turbulência, para desarticular um esquema de lavagem de dinheiro descoberto após a investigação da compra do jatinho que transportava o ex-governador Eduardo Campos (PSB) durante a campanha presidencial. Segundo a PF, o esquema teria movimentado mais de R$ 600 milhões desde 2010.
A PF constatou que as empresas eram de fachada, constituídas em nome de “laranjas”. As transações eram feitas entre as próprias empresas fantasmas e também envolvendo algumas ligadas à Operação Lava Jato. Há suspeita de que parte dos recursos que transitaram nas contas examinadas serviam para pagamento de propina a políticos e formação de “caixa dois” de empreiteiras.
blog do Jamildo

Nenhum comentário:

Postar um comentário