escritório

escritório

sábado, 9 de julho de 2016

ESTRADA DA PRODUÇÃO

Ontem aconteceu mais uma audiência pública para discutir a questão da Estrada da Produção, que liga São Tomé a região do Seridó.

Nessa etapa de conclusão das pontes serão gastos mais de 4 milhões de reais, e para conclusão da obra será necessário mais 40 milhões de reais.

A luta de todos que participaram da audiência pública e para que a obra da construção não seja mais uma vez interrompida, e para que isso aconteça existem dois caminhos possíveis: o governo estadual libere a verba restante para a conclusão ou os deputados e senadores apresentem  emendas ao orçamento.

Com relação a liberação de verba por parte do estado foi dito na audiência pública de ontem que existe a promessa do governo Temer liberar um empréstimo para construção de estradas no Rio Grande do Norte, e a Estrada de Produção será a prioridade número um do governo.

Já com relação as emendas, que seria a solução mais viável diante da crise que assola o país, a senadora Fátima Bezerra firmou o compromisso de levar pessoalmente para a bancada federal  uma carta solicitando uma emenda coletiva para captar recursos. E os deputados Gustavo Carvalho e Mineiro reafirmaram a intenção de, juntamente com outros deputados estaduais, destinarem emendas para Estrada da Produção.

Pelo menos foi assim que eu entendi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário