escritório

escritório

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

NOTA DE REPÚDIO DA POLÍCIA CIVIL

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte repudia as afirmações emitidas pelo prefeito da Cidade de Natal, Carlos Eduardo Alves, as quais denigrem todo o trabalho incansável realizado pela Instituição no combate à criminalidade. Em uma entrevista a um programa de rádio, na manhã desta quarta-feira (03), o prefeito usou termos jocosos para se referir às centenas de policiais civis que estão engajados na elucidação e prisão rápida de todos os criminosos que atentam contra o bem comum.
As declarações emitidas pelo prefeito Carlos Eduardo Alves não condizem com a realidade, pois ao usar da leviandade para culpar policiais civis pela onda de ataques ele foge da realidade. No momento em que o prefeito culpa, de forma errônea, policiais civis e militares pelo cenário que vivemos, ele comete o grave erro em não atrelar à Segurança Pública como dever do Estado e responsabilidade de todos.
Em esforços conjuntos, os operadores da Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Norte estão empenhados em prender todos aqueles que estão envolvidos com a prática destes atos de vandalismo, que começaram na última sexta-feira (29). Quase uma centena de suspeitos já está presa e isto é uma demonstração cabal do tamanho do empenho de policiais civis e militares nesta luta.
As ações desenvolvidas pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte, ao contrário do que afirma o prefeito, são pautadas por planejamento e estratégia, pois se assim não fosse, a Instituição não teria prendido 894 suspeitos em 2015 e nem teria realizado 58 Operações Policiais. Fica evidente, que a fala do prefeito é extremamente equivocada e em nada colabora para resolução de qualquer problema. Ao contrário, desrespeita a homens e mulheres que labutam pela segurança da população.
José Clailton Pinho de Souza
Delegado geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário