escritório

escritório

quarta-feira, 19 de abril de 2017

RN: AINDA TEREMOS MAIS DENUNCIADOS

A sangria política não vai parar com a delação do “fim do mundo”(Odebrecht). Os executivos e os ex-executivos da Andrade Gutierrez que fechou acorde de leniência no fim de 2016 também estão falando.

O empreiteiro Léo Pinheiro dá depoimento ao juíz Sergio Moro nesta quinta (20). O ex-presidente da OAS tenta fechar acordo de delação premiada com a força-tarefa da Operação Lava Jato. As negociações tinham sido suspensas no ano passado e foram retomadas em fevereiro.

Quem também corre contra o tempo e segundo informações apuradas pelo BG, fechou acordo e já está em curso delações é a Queiroz Galvão, que tem forte atuação no RN.

Em todos os acordos, políticos potiguares foram citados, inclusive nomes que até agora escaparam.

A pior delação para o RN, será a da construtora OAS.

Quem viver, verá.



Nenhum comentário:

Postar um comentário