escritório

escritório

quinta-feira, 4 de maio de 2017

TSE MANTER CASSAÇÃO DO GOVERNADOR DO AMAZONAS

o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira (4), por 5 votos a 2, manter a cassação do governador de Amazonas, José Melo (PROS), e do vice, Henrique Oliveira (SD), por compra de votos nas eleições de 2014. O tribunal também determinou a execução imediata da ordem. Ainda cabem recursos.
Além da cassação do governador e do vice, o tribunal decidiu pela realização de eleições diretas no estado. A expectativa é que isso ocorra entre 20 e 40 dias.
De acordo com o TSE, quem assume a cadeira do governador até a realização das eleições é o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, David Almeida (PSD).
ROBSON PIRES

Nenhum comentário:

Postar um comentário