escritório

escritório

quinta-feira, 20 de julho de 2017

O "PLANO B" DO PT PODE SER HADDAD

Foto: Juca Varella – 16.jul.14/Folhapress

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva considera que o nome do ex-prefeito paulistano Fernando Haddad é uma das possibilidades do PT para disputar a Presidência da República em 2018 caso ele não possa participar do pleito. “O Haddad pode ser uma personalidade importante se ele se dispuser a percorrer o Brasil. Falo para ele: você tem que botar o pé na estrada, falar da educação”, disse Lula ao se referir ao político que foi ministro da Educação durante seu governo. O petista concedeu entrevista, no início da tarde desta quinta-feira (20), ao canal “ultrajano”, no YouTube.

Após ser condenado a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo juiz federal Sergio Moro na semana passada, Lula apresentou-se como pré-candidato do PT à Presidência. Mas, caso o TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região, a segunda instância da Operação Lava Jato, confirme a sentença de Moro, o petista não poderá disputar a eleição do ano que vem.

A referência a Haddad foi feita quando Lula foi questionado sobre um cenário eleitoral em 2018 que não tivesse o ex-presidente. O petista fez referência a “governadores em três Estados importantes” filiados ao partido, mas citou nominalmente apenas Haddad, que não ocupa cargo político atualmente e nunca concorreu ao posto de governador.

Lula não citou quais serão esses “governadores de Estados importantes”, mas o PT possui, atualmente, cinco comandantes de unidades federativas:

Rui Costa – Bahia
Camilo Santana – Ceará
Fernando Pimentel – Minas Gerais
Tião Viana – Acre
Wellington Dias – Piauí

“Um governador de um Estado importante tem um cacife para ser candidato”, avaliou o ex-presidente.
Lula, porém, disse que, agora, tem “obsessão de voltar” à Presidência para “provar que é possível recuperar esse país”.
Com informações do UOL




Acesse a Postagem Original: http://blogdobg.com.br/#ixzz4nPIpuk2H

Nenhum comentário:

Postar um comentário