segunda-feira, 28 de maio de 2018

A DELAÇÃO DE LÉO PINHEIRO

O Jornal O Globo já dispõe de um grande volume dos anexos da delação premiada do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, que está preso.

Nos relatos, segundo reportagem publicada nesta segunda-feira, o empresário confirma pagamento ilícito nas obras da Arena das Dunas, em Natal.

Mas não cita o senador José Agripino (DEM), apesar de afirmar o envolvimento de políticos do DEM.

Na delação de Léo Pinheiro estão citados os senadores Aécio Neves (PSDB), José Serra (PSDB) e Lindbergh Farias (PT), a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), o governador do Rio de Janeiro, Fernando Pezão (MDB) e o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB).

O empresário, preso, não iria poupar o senador José Agripino, que pelo que O Globo mostrou até agora, não é citado.

A reportagem reafirma o que o senador potiguar vem dizendo…

Em entrevista ao Blog, inclusive, chegou a dizer que torcia pela homologação da delação de Léo Pinheiro, como forma de dizer que não teria recebido propina da OAS…

THAÍSA GALVÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário