quarta-feira, 20 de junho de 2018

BRASILEIROS SÃO DENUNCIADOS NA RÚSSIA

Jurista denuncia brasileiros que humilharam mulher na Rússia

O advogado Diego Valença Jatobá, o tenente da Polícia Militar de Santa Catarina Eduardo Nunes e o engenheiro Luciano Gil serão alvo de uma investigação do Ministério de Assuntos Interiores da Rússia. Os três, além de outros torcedores ainda não-identificados, aparecem em vídeo constrangendo uma estrangeira, com canto machista, violento e humilhante.

Jurista e referência na defesa dos direitos da mulher no país que sedia a Copa do Mundo, Alyona Popova fez uma denúncia formal, seguida de petição, pelos atos contra a honra e a dignidade de outra pessoa. Os atos são o primeiro passo para a abertura do inquérito, além de promover a opinião pública sobre o caso.

No vídeo que tornou-se viral e ganhou as redes de televisão do Brail, no último fim de semana, um grupo de brasileiros aborda uma mulher estrangeira, cuja nacionalidade não foi identificada, e a faz repetir palavras chulas em referência ao órgão sexual feminino. Popova pede que as punições contra os brasileiros varie de multa a restrições na Rússia.

As multas podem variar de mil a três mil rublos, no caso de condenação por insulto à honra e à dignidade de outra pessoa, de forma indecente. “E se comprovar que os estrangeiros cometeram os atos destinados a incitar o ódio ou inimizade, bem como a humilhação de uma pessoa ou grupo de pessoas em razão do sexo, raça, nacionalidade, língua, origem, atitude à religião, bem como pertencentes a um tanto o grupo social, publicamente ou usando a mídia, eles podem ser levados à responsabilidade criminal”, complementou Popova.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário