escritório

escritório

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

ABC PUNIDO COM MULTA E PERDA DE MANDO DE CAMPO


Logo após perder a vaga na semifinal da Copa do Nordeste para o ASA/AL, o ABC/RN teve mais uma notícia ruim, mas no campo jurídico. Por conta de uma invasão de um funcionário em jogo da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, o clube foi julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta terça-feira, dia 19 de fevereiro. Em sessão será realizada pelos auditores da Segunda Comissão Disciplinar, o clube foi multado em R$5 mil e ainda a perda de um mando de campo.
Pela última rodada da Série B de 2012, ABC e América fizeram o clássico potiguar e ficaram no empate em 2 a 2, no Frasqueirão. Após o jogo, o Mecão apresentou uma notícia de infração à Procuradoria do STJD, dando conta de uma invasão do campo, que passou despercebido pelo árbitro da partida.

 O América apresentou prova de vídeo, onde mostra, a partir dos 35 minutos do segundo tempo, um funcionário (provavelmente segurança particular), de boné azul, adentrando ao campo de jogo e agredindo de forma deliberada o goleiro da equipe do Mecão.

Após analisar as imagens, a Procuradoria entendeu que o ABC, mandante do jogo, “deixou de tomar providências capazes de prevenir e reprimir a invasão do campo”, conforme consta no artigo 213, inciso II, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Assim, o clube corria risco de ser punido com multa entre R$ 100 e R$ 100 mil.
"A procuradoria embarcou em uma canoa furada pelo América. A rivalidade entre América e ABC é como se fosse um Flamengo e Vasco no Rio de Janeiro. Houve o julgamento de todos os indiciados no ano passado e agora ele fez essa notícia de infração. Esse funcionário estava autorizado para estar lá, sim. A procuradoria deveria ter denunciado o árbitro, já que ele não identificou a pessoa que entrou em campo, mesmo o vendo. Neste sentido, o clube ABC pugna por sua absolvição", declarou o advogado Paulo Rubens, em defesa do ABC.

Justiça Desportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário