escritório

escritório

domingo, 30 de abril de 2017

DATAFOLHA: LULA AUMENTA LIDERANÇA E BOLSONARO É O SEGUNDO


 Luis Nova/Esp. CB/D.A Press e Reprodução

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) subiu e atingiu a segunda posição - em empate técnico com a ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade) - em pesquisa do Instituto Datafolha sobre a eleição presidencial de 2018, divulgada neste domingo, 30, pelo jornal Folha de S. Paulo. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aumentou a liderança na sondagem em dois cenários pesquisados. Os dois principais cenários da pesquisa divulgada neste domingo são comparados pelo instituto com levantamento feito em 16 e 17 de dezembro de 2015.

Esse é o primeiro levantamento do Datafolha depois da divulgação das delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht na Operação Lava Jato.

Bolsonaro subiu de 4% para 15% e de 5% para 14% nos dois principais cenários pesquisados pelo Datafolha. No cenário 1, em que o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), é incluído, Lula aparece com 30% (ante 20% da última pesquisa), seguido por Bolsonaro (15%), Marina (14%), Aécio (8%), Ciro Gomes/PDT (5%), o presidente Michel Temer (2%) e Luciana Genro/PSOL (2%). Ronaldo Caiado/DEM e Eduardo Jorge/PV aparecem empatados com 1% cada. Votos em branco, nulos e em nenhum dos candidatos somam 17% e não sabem, 4%. Neste cenário, Aécio caiu de 26% para 8% e Marina caiu de 19% para 14%.

No cenário 2, quando o candidato tucano é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, Lula permanece com os mesmos 30% (ante 22% da pesquisa de 2015). Neste panorama, Marina caiu de 24% para 16% e Bolsonaro subiu de 5% para 14%. Depois, vem Alckmin, que caiu de 14% para 6%. Ciro ficou com 6% e Temer, com 2%. Luciana Genro e Caiado têm 2% cada e Eduardo Jorge, 1%. Votos em branco, nulos e em nenhum dos nomes somam 16% e não sabem 4%.

No cenário 3, em que não há base de comparação com pesquisa anterior, Lula tem 31%, Marina aparece com 16% e Bolsonaro, com 13%. Neste recorte, foi incluído o nome de Doria, que tem 9%. Em seguida, vêm Ciro Gomes, com 6%, e Temer, com 2%. Luciana Genro também aparece com 2%. Caiado e Eduardo Jorge figuram com 1% cada. Em branco, nulos ou em nenhum dos nomes, 15%. Não sabem 4%

No cenário 4, em que não são pesquisados os nomes de Lula e Temer, mas é incluído o de Doria, o levantamento é liderado por Marina, com 25%, seguida por Bolsonaro, com 14%, Ciro (12%), Doria (11%), Luciana (3%), Eduardo Jorge (2%) e Caiado (2%). Votos em branco, nulos e em nenhum dos nomes somam 25% e não sabem, 6%. Neste cenário, também não há base de comparação com pesquisa anterior.

Num quinto cenário, sem Lula e Temer, mas com Alckmin, Marina lidera com 25%. Depois vêm, Bolsonaro (16%), Ciro (11%), Alckmin (8%), Luciana (4%), Caiado (2%) e Eduardo Jorge (2%). Em branco, nulos e nenhum somam 27% e não sabem, 6%. Também não há base de comparação com pesquisa anterior neste cenário.

O Datafolha realizou ainda um sexto cenário. Os números são os seguintes: Lula (29%); Marina (11%), Bolsonaro (11%), juiz Sérgio Moro (9%), Aécio (5%), Doria (5%), ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa (5%), Ciro (5%), Alckmin (3%) e apresentador Luciano Huck (3%). Neste cenário, votos em branco, nulos e em nenhum nome somam 11% e não sabem, 4%, e também não há base de comparação.

CORREIO BRAZILIENSE

EX-DIRIGENTES DO PROS CONFIRMARAM QUE PARTIDO VENDEU TEMPO EM RÁDIO E TV

30 Abr 2017
Por G1, com informações da GloboNews e da TV Globo, Brasília
Ex-dirigentes do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) confirmaram à revista “Veja” a informação de delatores da Odebrecht de que a legenda vendeu seu tempo de rádio e tv à campanha de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014.
Os ex-dirigentes confirmaram à TV Globo as afirmações feitas à revista.
Ainda de acordo com a revista, esses dirigentes afirmaram que o PROS vendeu, por R$ 2 milhões, seu tempo de rádio e tv para candidatos que disputavam eleição para governos estaduais em 2014.
De acordo com eles, a venda foi feita às campanhas de Paulo Skaf, candidato do PMDB em São Paulo; Delcídio do Amaral, candidato do PT em Mato Grosso do Sul; Marconi Perillo, candidato do PSDB em Goiás; e Anthony Garotinho, candidato do PR no Rio de Janeiro.
O PROS negou, em nota, as acusações. De acordo com o partido, todas as doações de campanha que recebeu foram “devidamente prestadas a Justiça eleitoral.” O PROS afirmou ainda que os ex-dirigentes do partido que falaram à revista “não fazem parte do PROS, foram expulsos do partido e desde então tentam intervir na executiva por meio de ações judiciais infrutíferas, inclusive, com uma delas extinta diante da ilegitimidade ativa deles.”
O presidente Michel Temer afirmou que não vai se pronunciar. O PT disse que não vai comentar as denúncias. A reportagem contatou a assessoria da ex-presidente Dilma Rousseff, mas não havia obtido reposta até a última atualização desta reportagem.
Em depoimento ao Ministério Público Federal dentro de acordo de delação premiada no âmbito da Lava Jato, o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, Alexandrino Alencar, afirmou que o PT orquestrou um esquema para a compra do tempo de rádio e tv de cinco partidos que faziam parte da coligação de apoio à candidatura de Dilma: PROS, PCdoB, PRB, PDT e PP.
De acordo com Alexandrino, cada partido receberia R$ 7 milhões, que foram pagos pela Odebrecht. Ainda de acordo com ele, o intermediário da operação foi o então tesoureiro da campanha presidencial de Dilma, Edinho Silva, hoje prefeito de Araraquara (SP).
De acordo com a mais recente edição da revista “Veja”, o ex-deputado federal pelo PROS Salvador Zimbaldi admitiu que recebeu de Alexandrino Alencar um pacote contendo dinheiro, que foi repassado ao partido.
Zimbaldi, de acordo com a revista, disse que ficou sabendo depois que dentro do pacote havia R$ 500 mil e que se tratava de parte do pagamento pela venda do tempo de tv do PROS ao PT.
O ex-deputado contou, ainda segundo Veja, que pegou o pacote a pedido do presidente do PROS, Eurípedes Junior. Depois de recebe-lo das mãos de Alexandrino Alencar, contou Zimbaldi, o pacote foi entregue a um funcionário do partido, que o levou a Brasília.
Por meio de nota, o presidente do PROS, Eurípedes Junior, afirmou que “nega com veemência as acusações.”
O ex-tesoureiro e fundador do PROS, Niomar Calazans, disse à revista ter testemunhado a transação. Ele afirmou que, antes do primeiro turno da eleição de 2014, Eurípedes Junior, que estava negociando o tempo de tv com o PT, teria comentado com ele: “vai entrar uma grana boa aí, fechamos acordo com a Dilma.”
Segundo Calazans, o dinheiro teria ido para o bolso do presidente do partido e abastecido campanhas políticas na forma de caixa dois.
O presidente de honra do partido, Henrique José Pinto, também acusa o atual presidente Eurípedes Junior. Ele disse que, na época, chegou a comentar com Eurípedes se os R$ 7 milhões não eram dinheiro demais. Segundo Henrique José Pinto, Eurípedes teria respondido: “é pouco, vale R$ 50 milhões.”
Henrique José Pinto, de acordo com a revista, também afirmou que o PROS vendeu tempo de rádio e tv às campanhas de Paulo Skaf, candidato do PMDB em São Paulo; Delcídio do Amaral, candidato do PT em Mato Grosso do Sul; Marconi Perillo, candidato do PSDB em Goiás; e Anthony Garotinho, candidato do PR no Rio de Janeiro.
O presidente de honra do PROS, afirmou, segundo a Veja, que “o Eurípedes pediu R$ 10 milhões a cada candidato nos estados, mas acabou fechando por R$ 2 milhões.”

A REJEIÇÃO DE TEMER DISPARA


com-medo-de-nova-vaia-temer-nao-ira-participar-de-cerimonia-de-encerramento_828365
A impopularidade do governo Michel Temer (PMDB) cresceu e já é comparável à de sua antecessora, Dilma Rousseff (PT), às vésperas da abertura do processo de impeachment que acabou por cassá-la em 2016.
Segundo pesquisa do Datafolha, a gestão do peemedebista tem 61% de avaliação ruim ou péssima, com 28% a considerando regular e apenas 9%, ótimo ou bom.
Logo antes de a Câmara afastá-la, em abril do ano passado, Dilma tinha 63% de rejeição e 13% de aprovação. Era um número inferior ao recorde da própria petista, o maior aferido pelo instituto desde a redemocratização de 1985: 71% de ruim/péssimo e 8% de ótimo/bom, em agosto de 2015.
Os 9% de aprovação são também similares à taxa de Fernando Collor de Mello antes de ser impedido, em setembro de 1992, embora a reprovação fosse maior (68%). As informações são do jornal Folha de São Paulo.
Quando colocado como eventual candidato à reeleição, Temer vê a rejeição a seu nome subir de 45% para 64% de dezembro para cá.
O presidente já disse ter consciência de sua impopularidade e que aproveita isso para tentar fazer avançar uma agenda de reformas de difícil aprovação popular.

ROBSON PIRES


FUTEBOL NA TV



FOTOS: POTENGI DE VETERANOS JOGOU EM BREJINHO-RN







FOTOS DE CREMILDO

SÃO PEDRO: ACIDENTE COM ÔNIBUS DEIXA UM MORTO E VÁRIOS FERIDOS



Segundo informações que chegaram a nossa redação, agora há pouco, na manhã deste domingo (30), um ônibus que saiu de São Paulo do Potengi, hoje logo cedo, conduzindo pessoas de nossa cidade para um passeio em um praia do nosso litoral, logo depois da cidade de São Pedro, chocou-se com uma moto. O ônibus virou, o motoqueiro morreu no local e dezenas de pessoas que iam no veículo ficaram feridas, algumas gravemente.

Os feridos foram socorridos pra São Pedro, Bom Jesus e pra o Hospital Regional de nossa cidade, onde mais de 20 pessoas estão sendo atendidas. Os mais graves já foram transferidos para o Hospital Valfredo Gurgel, em Natal. A equipe do Samu foi acionada.

Teremos outras informações a qualquer momento.

SILVÉRIO ALVES

CAVALGADA DE SÃO PAULO DO POTENGI FOI ADIADA PARA AMANHÃ


Bom Dia, amigos!

A cidade de São Paulo do Potengi e região Potengi está sendo abençoada com muita chuva, graças a Deus!

Com isso,vamos adiar a nossa cavalgada, que seria realizada hoje, para amanhã SEGUNDA 01 MAIO (feriado do trabalhador). Com a mesma programação, mesmo percurso e as mesmas atrações e promoção.

Desde já agradeço a compreensão de todos.
Arlécio_Promoções

sábado, 29 de abril de 2017

NATAL: SHOW DE ROBERTO CARLOS


RAPIDINHAS (POLÍTICA NACIONAL)

"Quero ser conhecido como o presidente das grandes reformas", diz Temer;

Centrais Sindicais comemoram resultados da Greve Geral e preparam manifestações ainda maiores;

Rogério Marinho: "Protesto é para manter privilégios das corporações";

Alunos da Faculdade de Direito da USP acusam Ciro de homofobia ao se referir a Doria;

Doria diz que manifestantes que foram às ruas receberam 100 reais;

PDT expulsa deputado que votou a favor de reforma trabalhista;

Em delação, Sérgio Machado, da Transpetro, diz que viabilizou R$ 700 mil para Garibaldi Alves.




A FALTA DE SENSIBILIDADE DO STF


IMG_1778O STF (Supremo Tribunal Federal) agiu com falta de sensibilidade social ao decidir ontem que funcionários públicos das áreas de saúde e educação poderão receber salários acima do teto constitucional. É uma decisão ruim, sobretudo num momento em que se discutem reformas que vão endurecer regras para aposentadoria e flexibilizar direitos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).
O governo tem dificuldade para fechar as contas públicas. Só neste ano, a meta fiscal prevê um rombo de R$ 139 bilhões. A equipe econômica já cortou despesas e investimentos e acabou parcialmente com desonerações feitas na gestão Dilma. Mesmo assim, será difícil cumprir a meta, porque a economia não está reagindo como previa o governo. A arrecadação de impostos continua baixa.

ROBSON PIRES


sexta-feira, 28 de abril de 2017

SÃO PAULO DO POTENGI: CAVALGADA


FUTEBOL NA TV (SÁBADO)


FOTOS: GREVE GERAL EM NATAL

FOTOS DE MÁRLIO FORTE:











JOÃO PAULO MARCA TRÊS GOLS EM UM ÚNICO JOGO


João Paulo, um dos artilheiros do Brasil na Europa na temporada 2016/2017, marcou três gols pelo Ludoregts. A partida aconteceu ontem pela semifinal da Copa da Bulgária e o placar final foi 7x0.





RN: BANDIDOS MORRERAM EM CONFRONTO COM A POLÍCIA

bae5ae0c-16f8-4ac6-9bd0-73c4af5c4a44
Quatro homens suspeitos de praticarem assaltos na cidade de Jardim de Piranhas, no Seridó do Rio Grande do Norte, morreram em confronto com a Polícia Militar nesta sexta-feira (28). Segundo a PM, a troca de tiros aconteceu próximo ao trevo que liga as cidades de Caicó a  Jardim de Piranhas, Timbaúba dos Batistas, Serra Negra do Norte e São Fernando. Dois homens chegaram a ser socorridos, mas morreram ao darem entrada no Hospital Regional.
Ainda de acordo com a PM, os homens são suspeitos de assaltarem casas em uma comunidade rural na cidade de Jardim de Piranhas. Moradores prestaram queixa e com base nas características repassadas, a polícia localizou os suspeitos.
Segundo a PM, duas viaturas tentaram abordar o carro com os suspeitos, mas foram recebidas a tiros. Durante o confronto, os quatro suspeitos foram baleados, dois foram socorridos pela PM, mas não resistiram. Os outros dois, que tinham se escondido, pediram ajuda e foram levados para o hospital, mas também morreram.

BLOG DO SERIDÓ

FRASE


RAPIDINHAS (POLÍTICA NACIONAL)

Presidente do Senado deve ter alta do hospital amanhã;

Lava Jato: em Natal, Polícia Federal apreende documentos na casa de assessor do PMDB;
Governo avalia greve como 'um fracasso', diz ministro da Justiça;
Trabalhadores aderem à greve geral e fazem protestos em várias cidades;
Garibaldi poderá ser relator da reforma trabalhista no Senado Federal ;
CUT estima que mais de 35 milhões de brasileiros deixaram de trabalhar hoje.


APENAS DOIS SENADORES NO PLENÁRIO DO SENADO

Foto: Pedro França/Agência Senado
Apesar da “greve geral”, o Senado Federal realiza na manhã desta sexta-feira (28) uma sessão de debates. O plenário é presidido pela senadora Ana Amélia (PP-RS), que abriu os trabalhos informando sobre a expectativa de o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), receber alta da UTI ainda nesta manhã. Ele está hospitalizado desde quinta-feira (27) após ter desmaiado em casa.

O petista Paulo Paim (RS) foi trabalhar e abriu seu discurso dando bom dia aos funcionários. “Quando cheguei disseram que estavam aqui de plantão, solidários com o movimento de hoje”, disse. “Sei que eles poderiam simplesmente cruzar os braços e dizer que não queriam que ninguém falasse. Mas eles disseram: ‘não, vocês usarão a tribuna'”, elogiou.

Paim aproveitou para criticar a Reforma Trabalhista, aprovada na Câmara, que será agora analisada pelos senadores. “O povo vai guardar a lista de quem votar contra os trabalhadores”, alertou.

Como só estão no plenário os dois senadores, eles se revezam entre a presidência da Mesa e a tribuna. “Estou trabalhando por minhas convicções”, disse Ana Amélia.

Mesmo quando não há greve, o Senado não realiza sessão deliberativa (em que há votação de matérias) às sextas-feiras. É usual, porém, ocorrer sessão de debates. Servidores informaram que o Senado funciona normalmente.
R7, com Estadão



SÃO TOMÉ: BABÁ ANUNCIA FINALIZAÇÃO DO PAGAMENTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS REFERENTE AO MÊS DE ABRIL

Postagem de Babá Pereira no facebook:


"Graças à Deus , hoje 28/04, estamos finalizando o

Pagamento referente ao mês de abril de todos os servidores do município de São Tomé; Lembrando q estamos pagando parcelamentos da Previdência Própria e consignados também em dia, além das demais obrigações sociais!"

quinta-feira, 27 de abril de 2017

MICHEL TEMER DEVERÁ PEDIR CARGOS DE RAFAEL MOTTA

Michel Temer não gostou nada de saber que o deputado Luciano Ducci, responsável pela indicação a uma cadeira de respeito em Itaipu, anda vociferando contra a reforma da previdência.
Ao ser informado sobre a situação, Temer pediu providências a um auxiliar: “Vamos que ver isso aí”. A prudência sugere que Ducci comece a procurar outra freguesia para empregar o seu afilhado.
É o que vai acontecer com o deputado Rafael Motta aqui no Rio Grande do Norte. Que segue a mesma tendência de Luciano Ducci.
Terá que entregar qualquer cargo federal no Estado que seja indicação dele.

ROBSON PIRES

OAB/RN EMITE NOTA CONTRA REFORMA TRABALHISTA

Confira a Nota na íntegra:
NOTA PÚBLICA DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE

A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio Grande do Norte vem manifestar o seu repúdio em face da aprovação do texto da reforma trabalhista proposta pelo Governo Federal, sobretudo quanto à forma açodada com que foi analisada pela Câmara dos Deputados, sonegando à sociedade brasileira uma discussão ampla e democrática acerca das propostas apresentadas.

A afirmação de que a regulamentação das relações de trabalho no Brasil não evoluiu nos últimos 60 anos é uma inverdade, sustentada apenas por aqueles que objetivam colocar em risco a solidez das instituições e dos direitos sociais conquistados nas últimas décadas, período em que boa parte da norma consolidada foi alterada e adequada a novas realidades.

A OAB-RN coloca-se clara e objetivamente contra o referido texto legal, o qual agride a Constituição Federal e todo o sistema normativo, e confia que a democracia encontrará os meios adequados para combater o erro que se avizinha, e que será extremamente danoso à sociedade como um todo, dentro destes o debate cuidadoso e responsável no Parlamento.

Por fim, a Ordem dos Advogados conclama a todos para que as manifestações do dia 28 de abril sejam pautadas pelo respeito às diferenças, mantidos o ânimo democrático e o comportamento pacífico daqueles que comparecerem às ruas para demonstrar insatisfação, indignação e apoio às causas.

A OAB-RN estará de portas abertas durante todo o dia em apoio aos advogados que precisem atuar na defesa do direito constitucional de livre manifestação dos cidadãos, intervindo para que tenham suas garantias profissionais respeitadas através da Comissão de Defesa das Prerrogativas (Plantão das Prerrogativas – 99935-0715).

Natal, 27 de abril de 2017.
Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do Rio Grande do Norte



RENAN DIZ QUE REFORMA TRABALHISTA NÃO PASSARÁ NO SENADO


Em novas críticas à reforma trabalhista, o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), declarou nesta quinta-feira (27) que o texto não passará no Senado da forma como foi aprovado na quarta-feira (26), na Câmara dos Deputados. O peemedebista também afirmou que não é "da melhor tradição o presidente da República não falar aos trabalhadores no 1º de maio".

"Não acredito que essa reforma saia da Câmara e chegue aqui, ao Senado Federal - reforma de ouvidos moucos -, sem consultar opiniões; reforma que só interessa à banca, ao sistema financeiro, rejeitada em peso e de cabo a rabo pela população; reforma tão malfeita, que chega a constranger e a coagir a base do próprio Governo. Por isso ela vai e volta, de recuo em recuo", declarou.

Renan avalia que a reforma é "injusta", porque retira direitos dos trabalhadores. "Ela rebaixa os salários. Isso é sua consequência mais imediata e perversa. Ela pretende deixar o trabalhador sem defesa, condenado a aceitar acordos que reduzem a remuneração, suprimem reajustes e revogam garantias no emprego Todos sabemos que acordos forçados em plena recessão, com 13 milhões de desempregados e com o desemprego aumentando mês a mês, é pedir que se aceite a crueldade como caridade", criticou

O peemedebista rebateu o argumento do governo de que a flexibilização das leis trabalhistas poderia aumentar a empregabilidade no País. "Esse discurso é usado para seduzir uma parcela da sociedade e garantir o avanço da retirada de direitos Querem um Brasil para 70 ou 80 milhões de pessoas. Somos 200 milhões e não podemos simplesmente fazer de conta que não existem 120 ou 130 milhões de pessoas. Com essa reforma, elas podem voltar a ficar excluídas; são empurradas de volta para guetos onde padece a legião de 'ninguéns'", continuou.

Para Renan, a proposta vai aprofundar a desigualdade social. O líder do PMDB sugeriu que, em vez de votarem a reforma trabalhista, os parlamentares deveriam apreciar projeto que põe fim aos salários acima do teto na administração pública, os chamados supersalários. A proposta foi aprovada no Senado no final do ano passado. "Reforma justa seria uma reforma que retirasse privilégios. E os há, senhoras e senhores, demais neste País, são privilégios inconcebíveis. Os supersalários pagos com dinheiro público são o exemplo mais ostensivo e ofensivo à cidadania no Brasil." 

NOMINUTO

SÃO TOMÉ: ADUTORA DO SÍTIO PIABAS

Postagem de Babá Pereira no facebook:

"Hoje foi a vez da comunidade de Piabas, receber o funcionamento da adutora, 32 famílias contempladas, obrigado meu Deus!"







SÃO TOMÉ (CÂMARA MUNICIPAL): REQUERIMENTOS E INDICAÇÕES






quarta-feira, 26 de abril de 2017

CÂMARA APROVA TEXTO-BASE DA REFORMA TRABALHISTA


Plenário aprova texto-base da reforma trabalhista
26 Abr 2017
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 296 votos a 177, o substitutivo do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) para o projeto de lei da reforma trabalhista (PL 6787/16, do Poder Executivo).
Segundo o substitutivo, que altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o acordo coletivo prevalecerá sobre a lei e o sindicato não mais precisará auxiliar o trabalhador na rescisão trabalhista. A contribuição sindical obrigatória é extinta.
O acordo e a convenção prevalecerão sobre a lei em 15 pontos diferentes, como jornada de trabalho, banco de horas anual, intervalo de alimentação mínimo de meia hora, teletrabalho, regime de sobreaviso e trabalho intermitente. Poderão ser negociados ainda o enquadramento do grau de insalubridade e a prorrogação de jornada em ambientes insalubres, sem licença prévia do Ministério do Trabalho.
Devido ao fim do período regimental da sessão, os deputados realizarão outra em seguida para começar a votar os destaques apresentados ao texto.

NOVA CAMISA DO FLAMENGO


SÃO TOMÉ: ADUTORA DE MORADA NOVA

Postagem de Babá Pereira no facebook:

"Após 03 anos construída, adutora de Morada Nova começa a funcionar, atendendo 22 famílias, obrigado meu Deus por poder proporcionar ações como essa para minha querida terra!"




RN: BANCÁRIOS ANUNCIAM ADESÃO À GREVE GERAL

O Sindicato dos bancários do RN avisa que a categoria decidiu, em assembleia na noite de ontem (25), cruzar os braços na próxima sexta-feira (28), em adesão à greve geral que ocorrerá em todo o Brasil.
Dia de mobilização – organizada pela chamada ‘esquerda’ – contra as reformas trabalhista e previdenciária. À tarde, a partir das 15h, os bancários se unem às demais categorias no ato público que se concentrará em frente ao Midway.
ELIANA LIMA



FUTEBOL NA TV


SÃO PAULO DO POTENGI: EXPOTENGI FOI UM SUCESSO

A 20ª ExpoPotengi de São Paulo do Potengi, movimentou quase R$ 2 milhões no município e região. Só em financiamentos para comercialização de animais foi registrado R$ 1,2 milhão, oferecidos pela Agência de Fomento do RN (AGN). Em torno de 20 mil pessoas passaram pelo Centro de Eventos Agropecuários nos três dias de exposição.

ROSON PIRES

terça-feira, 25 de abril de 2017

RAPIDINHAS (POLÍTICA NACIONAL)

STF concede liberdade a João Claudio Genu, ex-tesoureiro do PP;

Índios, com flechas, e PMs, com bombas, se enfrentam no Congresso;

Doria avisa que vai descontar salário de funcionários que aderirem à greve do dia 28;

Após delações, Serra está isolado até da família e amigos;

Defesa de Dilma quer que marqueteiros provem acusação feita no TSE.

SÃO TOMÉ: PROJETO TOCAR


PROJETO TOCAR
Os objetivos do Projeto Tocar, contemplam atender um número de crianças e jovens, preparando-as para obter uma qualidade melhor de vida e para o exercício de uma cidadania mais consciente através do seu desenvolvimento social e cultural, utilizando aulas de musica para tal.
CURSO DE VIOLÃO ( Instrutor Ailson Alves )

O Curso começará em Maio de 2017 e terá aulas nos dois turnos, tanto no horário matutino como no vespertino. Assim atendendo os alunos do município nos dois horários.
Os dias e horários que serão realizadas as aulas:
1. DIAS
Terças e Quartas
2. HORÁRIOS
TURNO MATUTINO
• 08h00min ás 09h00min
• 09h30min às 10h30min

TURNO VESPERTINO
• 15h00min às 16h00min
• 16h30min ás 17h30min

Mais informações ligar para o número (84) 99110-4271
Falar com Edilson Max.


*postado no facebook de Edilson