escritório

escritório

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

TORCEDOR DO AMÉRICA-RN CONDENADO EM ALAGOAS

Após mais de um ano da morte do torcedor do CRB Jonathan Daniel dos Santos, que foi  baleado em julho de 2012 do lado de fora do estádio Rei Pelé durante confronto entre torcidas organizadas do clube alagoano com a facção do América-RN, o responsável pelos três disparos de acordo com a Justiça, Al Unser Ayslan Silva do Nascimento, de 22 anos, ex-diretor da Máfia Vermelha, foi condenado a 20 anos de nove meses de prisão.
O pai de Jonathan esteve presente ao julgamento, mas disse não ter motivos para comemorar a decisão.
- Eu não vivo, eu vegeto - lamentou.
réu admitiu que era diretor da torcida organizada na época, mas se defendeu durante seu depoimento ao afirmar que foi obrigado a assinar o depoimento assumindo a autoria dos tiros após sofrer tortura na delegacia.
- Eu fui torturado, colocaram um saco em mim, o policial pegou minha mão e me fez assinar - disse Al Unser durante o julgamento.

fonte: Futebol Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário