escritório

escritório

segunda-feira, 24 de março de 2014

AEROPORTO AUGUSTO SEVERO NÃO RECEBERÁ VOOS COMERCIAIS

O aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, na Grande Natal, não receberá voos comerciais na Copa do Mundo de 2014. É o que disse nesta segunda-feira (23) o presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo Vale, durante visita ao canteiro de obras do aeroporto Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante na Grande Natal.

O presidente da Infraero afirmou acreditar que as obras do aeroporto ficarão prontas em abril para o início do funcionamento em maio. Segundo Gustavo Vale, não existe a possibilidade de os dois aeroportos funcionarem ao mesmo tempo. "O aeroporto Augusto Severo poderá até receber voos executivos, mas voos comerciais não", explicou.


Início do funcionamento do aeroporto foi adiado para maio (Foto: Camila Torres/Inter TV Cabugi)

A expectativa da Inframérica, consórcio responsável pelas construção do aeroporto, era de que as operações começassem em abril, no entanto a mudança foi confirmada nesta segunda pelo ministro da Aviação Civil, Moreira Franco. O terminal está com 94% das obras concluídas.

De acordo com o ministro da Aviação Civil, o início das operações do novo aeroporto será em 10 de maio. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deu uma prazo de 10 dias a contar desta segunda-feira (24) para que as companhias aéreas encaminhem um cronograma sobre a transferências dos voos do aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, na Grande Natal para o Governador Aluízio Alves.


O funcionamento do aeroporto está ligado também às obras que estão sendo feitas no entorno da estrutura. São dois acessos principais. Pela previsão, apenas o acesso norte estará concluído até lá. A expectativa é que a obra seja finalizada no mês que vem. "Como é a mesma empresa que está construindo os dois acessos, pedimos que o foco fosse lá", explica o presidente do consórcio, Alysson Paolinelli.
Acessos
A obra dos acessos foi licitada em 2009, mas só teve início em agosto de 2013. O projeto, orçado em R$ 73 milhões, prevê a construção de 33,7 quilômetros de estrada duplicada, ligando o aeroporto à BR-406 pelo acesso norte e às BRs 304 e 226 pelo acesso sul. A iluminação e a sinalização dos acessos estão por conta da Prefeitura deSão Gonçalo do Amarante, que investiu R$ 1,9 milhão no projeto. As obras começam na próxima semana.

G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário