terça-feira, 3 de setembro de 2019

"ATLAS POLÍTICO" ANALISA PESQUISAS

Por Robson Pires, em

Jair Bolsonaro perde pontos em todas as pesquisas.

Mas ele pode comemorar, porque seus adversários também perdem.

Ninguém teve um resultado mais desastroso na pesquisa do Atlas Político do que João Doria. Sua imagem negativa, que já era elevada, disparou entre julho e agosto, passando de 42,5% para 58,3%.

Rodrigo Maia é ainda pior. Ele é rejeitado por 66% do eleitorado.

Lula empacou em 34% de imagem positiva e 57,8% de imagem negativa.

E o poste Fernando Haddad, que ganharia de Jair Bolsonaro no mano a mano, de acordo com o terceiro turno proposto pelo Datafolha, é aprovado por 26,8% dos entrevistados e reprovado por 58,4%.

O diretor do Atlas Político disse para El País:

“O centro está abandonando o Bolsonaro, mas a base bolsonarista é ainda bastante coesa. A centro-direita sofre com a polarização política igual à centro-esquerda.

Outro aspecto surpreendente da queda de popularidade do presidente é que ela não resulta tampouco no avanço de nenhuma figura da oposição à esquerda. Os níveis de aprovação e desaprovação de Lula, Haddad e Ciro estão estagnados.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário