escritório

escritório

terça-feira, 31 de maio de 2016

VEM AÍ MAIS UMA DELAÇÃO PREMIADA

Por interino
O filho caçula do ex-presidente Transpetro Sérgio Machado também fez acordo de delação premiada. Expedito Machado Neto, conhecido como Did, resolveu colaborar com a Justiça após a Operação Lava Jato identificá-lo como operador financeiro da cúpula do PMDB do Senado. Morador de Londres, Did controla um fundo de investimento na capital da Inglaterra.

A delação premiada dele foi homologada pelo ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, juntamente com a do pai. Uma faz parte da outra. Enquanto Sérgio Machado gravou as conversas com a cúpula do PMDB no Senado para demonstrar proximidade com o grupo, Did apresentou o caminho do dinheiro desviado de obras e serviços da Transpetro.

No acordo firmado com o Ministério Público, ficou acertado que Did e seu pai irão devolver aos cofres públicos os recursos financeiros provenientes de corrupção investidos no fundo que ele controlava. O total do dinheiro a ser repatriado ainda será quantificado pelo MP. Segundo os investigadores, “os valores são surpreendentes”.

Mais do que os áudios entregues por Sérgio Machado à Lava Jato, os depoimentos dele e os dados apresentados por seu filho comprometeriam o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP). Os três já tiveram conversas gravadas divulgadas.

Conforme o jornal O Estado de S. Paulo apurou, desde que surgiu a possibilidade de Machado fazer acordo de delação premiada, a maior preocupação da cúpula do PMDB era de que Did também colaborasse. Segundo um conhecedor do esquema, ele tinha como responsabilidade controlar o dinheiro do grupo. Em outras palavras, “o grande laranja” dos senadores peemedebistas.

Na semana passada, a Coluna do Estadão revelou que Sérgio Machado decidiu fazer a delação premiada depois que os investigadores rastrearam uma operação na Europa e se depararam com o herdeiro.

Demissões

Desde a semana passada, conversas gravadas por Machado já causaram a demissão de dois ministros. Então ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR) pediu demissão depois que áudios mostraram que ele defendeu o impeachment da presidente Dilma Rousseff como uma forma de evitar que a Lava Jato avançasse.

Ontem, foi a vez do ministro da Transparência, Fabiano Silveira, deixar o cargo. Ele pediu demissão depois de áudios gravados por Machado mostrarem que ele deu palpites sobre a defesa de Renan junto à Procuradoria-Geral da República.

O advogado de Expedito Machado Filho não quis falar com a reportagem. Até a conclusão desta edição, as assessorias de Renan, Jucá e Sarney não se manifestaram.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Época




FILHO DE LULA, E SUA EMPRESA DE MARKETING ESPORTIVO, RECEBERAM QUASE R$ 10 MILHÕES

Estado
Investigadores da Operação Zelotes descobriram que o filho caçula do ex-presidente Lula, Luís Cláudio Lula da Silva, e sua empresa, a LFT Marketing Esportivo, receberam quase R$ 10 milhões.
Até agora se sabia que Luís Cláudio havia embolsado R$ 2,5 milhões da Marcondes & Mautoni, consultoria acusada de comprar medidas provisórias.
Os novos valores apareceram após quebra do sigilo bancário dele e da empresa de 2009 a 2015, informa a Coluna do Estadão.
A LFT foi criada em 2011.
Lula também é alvo da Zelotes.
A empresa de Luís Cláudio não tem funcionários registrados nem em consultoria.
O trabalho para a Mautoni foi copiado da internet. Além das suspeitas sobre a compra de medidas provisórias editadas por Lula e Dilma Rousseff, a Zelotes investiga suposta propina na compra de caças suecos pelo governo Dilma.
Procurada, a assessoria de Luís Cláudio alegou que não localizou os advogados e teve pouco tempo para comentar o assunto.

SÃO TOMÉ: REAL MADRID E UNIÃO NA FINAL DO II CAMPEONATO DE FUTEBOL AMADOR

No último final de semana foram definidas as duas equipes classificadas para grande final do II Campeonato Municipal de Futebol Amador, promovido por Caick Pontes.

No sábado o Real passou pelo São Caetano, após decisão através dos tiros livres da marca do pênalti. 

O União também obteve sua classificação na disputa através dos tiros livres, após empatar com o São Sebastião pelo placar de 1x1. 




BLOG: AS MAIS ACESSADAS DA SEMANA

Postagens

EntradaVisualizações de página
1141
1130
15 de mai de 2016
896
835
18 de mai de 2016
791
22 de mai de 2016
758
4 de mai de 2016
708
699
26 de mai de 2016
604
12 de mai de 2016
590

segunda-feira, 30 de maio de 2016

NATAL: KELPS E A CAMPANHA DIGITAL

O partido Solidariedade em Natal fará uma campanha eleitoral moderna e ousada na disputa majoritária a Prefeito em 2016.
Pela primeira vez na história da política do RN, um partido não vai usar papel (panfletos ou santinhos) nem vai contratar carro de som para divulgar o nome e as propostas do seu candidato.
A campanha será toda digital e usará os mecanismos disponíveis fornecidos pela lei eleitoral, propaganda de rádio e tv.
Em Natal, quase 400 mil pessoas usam Facebook e o público formador de opinião está majoritariamente ativo no WhatsApp.
“O partido Solidariedade pretende ser pioneiro no uso das novas tecnologias na disputa à Prefeitura, dentro da lógica que estamos pregando desde a fundação da legenda, em 2013: gestão moderna, otimização dos recursos disponíveis, aposentadoria de grandes estruturas e uso de um conteúdo concreto e objetivo no lugar das promessas abstratas e do marketing de ilusão”, explica o deputado Kelps Lima, presidente do Solidariedade no RN.

Para Kelps, as redes sociais serão alternativas viáveis às antigas campanhas caras, baseadas em investimentos milionários e em marketing político convencional.
“A lógica econômica e a velocidade da informação vão impactar muito esta eleição. Hoje, com as redes sociais, o candidato que dispuser de uma estratégia digital bem feita será  capaz de fazer comício pelo celular, na sala de casa, atingindo centenas de pessoas ao mesmo tempo em várias partes diferentes da cidade”, teoriza Kelps, que foi o primeiro deputado da história do RN a transmitir seus pronunciamentos na Assembleia Legislativa através do Facebook.

TULIO RATTO

SÉRGIO HENRICK NO "GALEGO DA BUCHADA"


TEMER DECIDIU MANTER MINISTRO DA TRANAPARÊNCIA

Depois de duas horas de reunião com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o presidente em exercício Michel Temer decidiu manter Fabiano Silveira no cargo de ministro da Transparência, Fiscalização e Controle. Fabiano foi indicado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o governo o manterá à frente do ministério como forma de evitar desgaste com o cacique peemedebista. O ministro foi flagrado em áudios orientando Renan e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado a se defenderem na Operação Lava Jato.
Em protesto contra Fabiano Silveira, os chefes de 23 representações estaduais da CGU e outros 200 ocupantes de cargos de direção e assessoramento superior (DAS) anunciaram a entrega de seus cargos. Eles afirmam que não trabalham com o novo ministro e cobram a imediata saída de Fabiano, flagrado em conversa gravada orientando o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado a se defenderem na Operação Lava Jato

blog do Primo

VAQUEJADA PODE ACABAR

Por interino
A vaquejada, uma tradição cearense, pode estar com os dias contados. O caso está no STF. A ação foi ajuizada por Rodrigo Janot contra uma lei do Ceará que regula a prática.

Para Janot, a Vaquejada fere a proteção ao meio ambiente.

O relator da matéria na corte, Marco Aurélio Mello, votou a favor da ação da PGR.

Gilmar Mendes e Edson Fachin votaram pela improcedência da ação.

Luís Roberto Barroso, que pediu vista do processo, leva o caso da Vaquejada para julgamento nos próximos dias.

Em tempo:

Em processos anteriores, os ministros do STF declararam inconstitucional a Farra do Boi em Santa Catarina e Briga de Galo no Rio de Janeiro.

Radar On-line, Veja




SÃO TOMÉ: NOVO SECRETÁRIO DE OBRAS E SERVIÇOS URBANOS

GABINETE DO PREFEITO PORTARIA Nº 073/2016

 O PREFEITO CONSTITUCIONAL DO MUNICÍPIO DE SÃO TOMÉ – ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE – no uso das atribuições a que lhe são conferidas; 

RESOLVE:

Art. 1° - NOMEAR o Ilustríssimo Senhor HENRIQUE LUCIANO OLIVEIRA DA SILVA, a ocupar o cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE OBRAS E SERVIÇOS URBANOS deste município. 

Art. 2° - Esta PORTARIA entra em vigor na data de sua publicação, com seus efeitos retroagindo a 01 de maio de 2016, revogada as disposições em contrário. 

LEIA-SE. CIENTIFIQUE-SE. PUBLIQUE-SE e CUMPRA-SE. 

Gabinete do Prefeito Constitucional de São Tomé/RN, em, 25 de Maio de 2016.

Gutemberg Pereira da Rocha
Prefeito Constitucional/São Tomé/RN Publicado 

por: JOSÉ JOSIVALDO DA SILVA 
Código Identificador: 5177BDDA Matéria

publicada no DIÁRIO OFICIAL DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE no dia 27 de Maio de 2016. Edição 1671. A verificação de autenticidade da matéria pode ser feita informando o código identificador no site: http://www.femurn.org.br/diariomunicipal

ZAGUEIRO CLÉBER RETORNA AO AMÉRICA

O zagueiro Cléber é o mais novo reforço do América para a disputa do campeonato brasileiro da Série C. O jogador tem chegada prevista para esta segunda-feira em Natal. 

A informação da negociação foi antecipada ontem pelo Vermelho de Paixão.


Vermelho de Paixão

domingo, 29 de maio de 2016

NOTA DO CAPITÃO STYVENSON VALENTIM

Segue a nota:
Sim, a voz em um áudio vazado e “recortado” que circula em grupos de WhatsApp é a minha. O áudio é uma conversa com uma cidadã indignada, após a mesma postar uma mensagem na minha página pessoal no Facebook. Admito toda minha intempestividade ao generalizar a minha insatisfação a todos os policiais civis, mais específico aos delegados civis.
Reconheço a minha explosão emotiva por buscar um serviço público melhor, e por isso, aos policiais civis que de fato trabalham e honram o cargo, minhas sinceras desculpas por ter colocado os senhores nos rol dos funcionários públicos preguiçosos, dos parasitas, e que todos sabem que existem. Aos delegados que me acompanharam durante inúmeras operações da Lei Seca, queria lembrar nome de todos, mas infelizmento só me recordo, no momento, dos competentes delegados Daniel e Montanha, seus agentes e escrivães. Aos outros profissionais delegados e agentes, que sempre nos atenderam, não por amizade, nem por aliança corporativista, mas sim pelo profissionalismo em cumprir sua função de maneira exemplar, o meu respeitoso perdão. Generalizar foi meu grande erro.
Também peço desculpas a todos pela forma grosseira de como me referi ao meu País.
Mas, não retiro uma vírgula sequer sobre o que falei sobre alguns funcionários públicos, que recebem, alguns muito bem, e nada fazem pelo cidadão, muito pelo contrário, apenas apontam o dedo para quem tenta trabalhar por um país melhor.
Atenciosamente,
Capitão PM Styvenson Valentim

AMÉRICA VENCE FORA DE CASA

Com dois gols de Elias e um de Luiz Eduardo, o América venceu a equipe do River/PI pelo placar de 3 a 2. O time rubro chegou a abrir 3 a 0 e permitiu a reação dos piauienses nos últimos minutos com os gols de Vanderlei e Júnior Xuxa. 

Com o resultado, o América mantém os 100% de aproveitamento e fecha a segunda rodada na liderança isolada do grupo A da Série C do campeonato brasileiro, independente dos resultados dos dois jogos restantes.
O próximo compromisso do América será na segunda-feira (06/06), às 20 horas, na Arena das Dunas, contra o Fortaleza.

Vermelho de Paixão

O DIVÓRCIO ENTRE O PT E O PMDB


Rio – Das oito capitais onde houve aliança entre PT e PMDB em 2012, apenas uma delas, Aracaju (SE), deve repetir o acordo. O confronto em nível federal entre as duas legendas por causa do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) é uma das causas do divórcio, assim como a resolução do Diretório Nacional do PT que restringiu restringir alianças municipais com siglas favoráveis ao impedimento da petista. A determinação, no entanto, abre brechas para acordos pontuais.



Em Aracaju, por exemplo, a ação do governador Jackson Barreto (PMDB) contra o impeachment foi decisiva para a manutenção da aliança. O mais provável é que o PT apoie o peemedebista Zezinho Sobral. “Ficamos isolados do PMDB nacional, mas temos ligação antiga com o PT e participamos do movimento contra o impeachment desde o início”, disse o presidente do PMDB de Sergipe, João Augusto Gama. “Nossa relação com o governador é muito forte, ele teve posição muito definida a favor da presidente. É muito difícil não fazer aliança com o PMDB”, disse o presidente do PT-SE, Rogério Carvalho.



Em Belo Horizonte, Cuiabá, Goiânia, Maceió, Manaus, Rio de Janeiro e São Luís deve ocorrer o contrário. No Rio, o impeachment foi decisivo para a saída do PT da coligação em torno da candidatura do secretário municipal de Coordenação de Governo, Pedro Paulo Carvalho Teixeira (PMDB), escolhido pelo prefeito peemedebista Eduardo Paes. Os petistas devem apoiar a candidatura da deputada Jandira Feghali (PCdoB). A aliança PT-PMDB está garantida, no entanto, em Maricá e em negociações avançadas em Japeri e Queimados, municípios na Região Metropolitana do Rio.



‘Estratégia’ Na capital mineira, haverá um afastamento “estratégico” para as eleições de outubro sem configurar litígio entre as duas legendas, segundo a presidente do PT em Minas, Cida de Jesus. “Não tem crise entre PT e PMDB (em Minas). Em dezembro do ano passado, o PT de Belo Horizonte já havia decidido por candidatura própria. É uma questão de tática eleitoral. Eleições municipais sempre foram muito localizadas, não há essa questão de nacionalizar ou estadualizar”, disse.



Seis deputados do PMDB mineiro votaram a favor do impeachment, inclusive Mauro Lopes, que três dias antes da votação na Câmara era ministro da Secretaria de Aviação Civil de Dilma. Para Cida, “PT e PMDB em Minas têm um projeto construído em 2014. Por mais que a oposição queira, esse projeto não está abalado”.



Em Goiânia, apesar de ocupar a vice-prefeitura, o PMDB lançará candidato em oposição ao prefeito petista Paulo Garcia. Dirigentes locais dos partidos dizem que o afastamento ocorreu antes do impeachment. “Não há possibilidade de estarmos juntos agora. Mas não temos problemas com o PMDB aqui, vamos avançar (na candidatura própria) e quem sabe discutir aliança no 2.º turno”, afirmou o presidente do PT goiano, Ceser Donisete. Em duas cidades importantes, Aparecida de Goiânia e Anápolis, a aliança PMDB-PT deverá ser mantida.



Aliados em 2012, PT e PMDB planejam lançar candidaturas próprias em Maceió (AL). Em São Luís, Cuiabá e Manaus os partidos não repetirão a aliança das eleições passadas e lançarão candidatos ou estarão coligados a outros partidos.



Isolamento Principal partido de oposição ao governo Michel Temer, o PT ficará isolado no Congresso Nacional caso adote a estratégia de obstruir e se opor a todas as proposições enviadas pelo governo do presidente em exercício Michel Temer. Até então seus aliados mais fiéis, PDT e PCdo B – que seguiram ao lado dos petistas até o afastamento da presidente Dilma Rousseff – avisam que vão assumir postura diferente nas votações se o PT apostar na tática do “quanto pior melhor”.



Os dois partidos tentam se livrar da imagem de linha auxiliar dos petistas e dizem que elaboram uma estratégia própria de atuação. Na Câmara, a ideia do PDT é tentar se diferenciar de uma eventual oposição “a qualquer custo” do PT. `À frente de uma bancada de 20 parlamentares, o líder do partido na Casa, deputado Weverton Rocha (MA), defende que a legenda deve construir uma linha oposicionista “construtiva, e não irresponsável igual ao PT”. “Não é inteligente, por exemplo, o PT fazer obstrução a medidas provisórias que eles próprios editaram.

ESTADO DE MINAS