terça-feira, 2 de setembro de 2014

DECLARAÇÃO DE JOSÉ AGRIPINO CAUSA CONFUSÃO

Ansioso por resultados eleitorais positivos, o senador José Agripino Maia (PSB), coordenador da campanha de Aécio Neves (PSDB), admitiu ontem (1) apoiar Marina Silva no segundo turno contra Dilma Rousseff (PT).
Segundo Agripino, o apoio será para Marina, pois "é tudo contra um mal maior, que  é o PT" - disse em entrevista ao Broadcast Político, serviço da Agência Estado de notícias em tempo real.
O senador do DEM afirmou ainda que, em eventual governo de Marina, participar da base de apoio do PSB seria um caminho "natural".
Ao pé da letra, a declaração de Agripino foi assim: "O PSDB e o DEM são oposição fundamentalmente ao PT e, se Marina ganhar derrotando o PT, os petistas estarão automaticamente remetidos à oposição. Então, se isso vier a acontecer (vitória de Marina), o caminho natural seria esse".
A confusão foi imediata. Para muita gente, o coordenador da campanha tucana estava jogando a toalha, e já se posicionava como integrante de uma eventual base de apoio a Marina no Congresso Nacional.
Assombrado com a repercussão e pressionado pelos aliados tucanos, Agripino emitiu nota reafirmando o esforço da coligação para levar Aécio ao segundo turno.
Aos jornalistas, José Agripino disse que declarou o óbvio, que não disse nada demais.
Não é bem assim. No mínimo, o senador potiguar colocou o carro na frente dos bois, afinal, o PSDB tenta reagir ao furacão Marina e garantir vaga no segundo turno da eleição presidencial.
As declarações de Agripino soaram precipitadas e reveladoras do desânimo que já se instala no seio da campanha tucana.
Agripino estava mais preocupado ontem em garantir vaga na base de apoio de um eventual governo da Marina Silva. Ele passou a impressão que estava querendo marcar terreno. Quem é coxo parte na frente, diz o dito popular.
Eu escrevi ontem que José Agripino não tem dado sorte nas últimas campanhas eleitorais.
Em 2008, ele foi o grande padrinho de Micarla de Sousa na corrida pela Prefeitura de Natal. Resultado: a borboleta foi o maior fiasco administrativo da capital, superando o desgaste do ex-prefeito Aldo Tinôco.
Em 2010, a aposta de Agripino para o governo foi Rosalba Ciarlini, aliada histórica e prata da casa no Democratas. Outro fiasco político e administrativo. O mínimo que José diz hoje de Rosalba é que ela deu as costas para o partido.
Agora, nas eleições de 2014, Agripino aposta ou apostava em Aécio Neves (PSDB), do qual é coordenador na campanha presidencial. Depois do furacão Marina, o "avião" da candidatura do tucano embicou de vez, e poucos agripinistas acreditam que Aécio tenha qualquer chance de disputar o segundo turno contra Dilma.
No caso do apoio a Henrique Alves (PMDB), o peso do presidente do DEM não conta muito porque ele é apenas mais um entre os aliados tradicionais da política potiguar, desempenhando um papel de coadjuvante.
Ou seja, Agripino Maia deu, mais uma vez, com os burros n'água. 
Para um agripinista de longa data, o Democratas, presidido por José Agripino, tem duas opções após o pleito deste ano: a fusão com alguma das legendas de centro - PMDB e PSDB - ou a extinção. Quem viver, verá.
Pelo visto, José Agripino está louco para "marinar" também. O senador só não quer passar mais quatros anos longe do Palácio do Planalto. Na era PT, ele viveu à míngua. 

FONTE: DIÓGENES DANTAS

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

COLUNA DO JORNALISTA TÚLIO LEMOS DO JORNAL DE DE HOJE

Sherloquinho afirma que um empresário paulista teria contribuído com 1 milhão de reais para um certo instituto de pesquisa ‘arrumar’ o resultado de acordo com o interesse de uma candidatura. O jogo é bruto.
AJUSTES
Por mais que haja instituto de pesquisa que manipule os números, esse trabalho de manipulação e fraude na intenção de voto do eleitor deve diminuir a partir da chegada de setembro. A turma começa a fazer os ajustes nos números de acordo com a realidade e não mais de acordo com a conveniência do patrão. É aguardar.
OPORTUNISMO
Todo mundo sabe que nossa classe política não é adepta da coerência. Praticamente não há exceções em matéria de incoerência. Todos já elogiaram e criticaram todos, de acordo com a conveniência. É o instinto de sobrevivência, que aumenta durante a campanha eleitoral.
OPORTUNISMO II
O deputado Henrique Alves aderiu ao Governo Rosalba Ciarlini, indicou cargos e participou ativamente da gestão. Não queria romper. Só rompeu depois que o deputado Walter Alves concedeu entrevista dizendo que não havia mais condição de ficar no Governo. Agora, é um dos maiores críticos da Rosa, a ponto de se referir a seu adversário Robinson Faria, em tom pejorativo, como “o vice-governador de Rosalba”.
MUDANÇA
A chegada de setembro vai provocar mudanças nos programas eleitorais e nas inserções. De acordo com Sherloquinho, a fase ‘paz e amor’ passou. Agora, começa outro momento na campanha, em que o eleitor terá oportunidade de conhecer um pouco da história dos candidatos que não é contada no conto de fadas do marketing.
ELEIÇÃO
Durante o debate na Band, o candidato do PSD, Robinson Faria, afirmou que, caso seja eleito governador, fará eleição direta para escolha de diretor de hospital do Estado. Pura demagogia que não funciona na prática. Pelo contrário. Um diretor eleito por seus colegas, não terá postura de gestor, mas de político.
EFICIÊNCIA
Não é a escolha de um diretor de hospital feita pelos servidores que vai melhorar a saúde pública. A eficiência na prestação do serviço ocorre quando o gestor principal, o governador, estabelece determinada área como prioridade de sua administração e passa a cobrar resultados de seus comandados.
SECRETARIADO
Dizer que vai montar um secretariado mais técnico do que político, é correto e Robinson tem condição de fazer isso, pois não está comprometido com tantas forças políticas quanto Henrique, que é apoiado por 18 partidos e terá que lotear o Estado para poder governar. Porém, dizer que vai realizar eleição direta para direção de hospital, não ajuda em nada na solução do problema e soa como oportunismo para agradar aos servidores.
FICHA
O deputado Henrique Alves afirmou que tem uma vida limpa e não responde a nenhum processo. Não é verdade. O filho de Aluízio foi condenado por improbidade administrativa e o processo ainda está tramitando nas gavetas de Brasília.
PÉ FRIO
A turma que anda com Wilma de Faria está creditando ao senador José Agripino, a queda da mãe de Lauro nas pesquisas. Segundo um wilmista, freqüentador da cozinha da Guerreira, “Zé Agripino apoiou Micarla, deu no que deu; apoiou Rosalba, fracasso total; foi escolhido coordenador da campanha de Aécio Neves, o homem está despencando nas pesquisas; disse que ia subir em coqueiro e pedir votos pra Wilma, a mulher tá caindo. Ô homem pra ser pé frio”.
VAIA
A turma de Rosalba Ciarlini é tão embriagada pelo poder, que perdeu a lucidez há tempos. Agora, bajuladores da Rosa dizem que a situação da mulher de Carlos Augusto ‘está melhorando’, pelo fato de que a governadora não é mais vaiada quando chega aos locais. É uma grande vantagem. É caso patológico.
PRESTÍGIO
O lançamento do livro do juiz Herval Sampaio, “Abuso do poder nas eleições”, ocorrido ontem em Mossoró, foi bastante prestigiado pelo mundo jurídico e por políticos que não têm problemas com crimes eleitorais. Herval é corajoso; e isso tem provocado nos corruptos e em seus defensores, um verdadeiro pânico. Alguns até tentam desconstruir a imagem de seriedade do magistrado para justificar a defesa dos corruptos.
ADESÃO
A possibilidade de Marina Silva ser eleita é cada vez maior, seja no segundo turno, onde contará com o apoio de quem for derrotado; seja no primeiro, se conseguir manter a curva de crescimento. O PMDB, que indicou o vice de Dilma, não está muito preocupado com isso. Qualquer que seja o presidente, o partido vai aderir ao Governo, ‘em nome da governabilidade’. Já virou tradição.
PASSADO
A coluna recebeu e-mail de Daniel Augusto da Silva: “Caro Túlio Lemos, sou admirador de sua coluna e a sua imparcialidade política no RN. Porém, gostaria de lembrar a incoerência política de Vilma, pois dizer que nunca teve junta politicamente com Rosalba, é no mínimo estar com precoce perda de memória, pois quem não se lembra quando Vilma foi eleita pela 1ª vez prefeita de Natal derrotando Henrique Alves, e Rosalba também foi eleita prefeita de Mossoró, neste ano as duas comemoram juntas com o apoio do então governador José Agripino as vitórias sobre o PMDB de Henrique e Garibaldi Alves. O Povo do RN deve aproveitar este eleição para escolher qual o político que deva ganhar o troféu CARA DE PAU, chega de Cinismo e Mentiras”.

BLOG DO SILVÉRIO ALVES DESTACA CAMPANHA EM SÃO TOMÉ


Reunião de partidários de Robinson e Fátima na cidade  de São Tomé. Foto: RC Notícias
Segundo informações que chegaram ao blog, a cidade de São Tomé está vivendo uma intensa movimentação política na atual campanha.


Reunião dos partidários de Henrique e Vilma, Pedra Preta, z. rural de S.Tomé, foto: Blog de São Tomé
De um lado, o prefeito Gutemberg (PMDB), que lidera o grupo que apoia Henrique Alves para governador, e Vilma de Faria, para senadora. Do outro lado, o ex-prefeito Babá, que lidera a corrente que acompanha Robinson Faria, para o Governo do RN, e Fátima Bezerra, para o Senado.

Ambos os lados estão fazendo reuniões e visitas nas zonas rural e urbana daquele município.

fonte: Silvério Alves

SÃO TOMÉ: PESQUISA

Acabo de receber a informação que tem uma pesquisa circulando na cidade de São Tomé.

ROBINSON PARTE PARA OFENSIVA CONTRA HENRIQUE


Primeiro convidado da rodada de entrevistas da 94FM, o candidato a governador Robinson Faria (PSD) não economizou no peso das palavras para se referir ao seu principal adversário, o candidato Henrique Alves (PMDB).

"Candidato do acordão", "o candidato das pesquisas", "adesista", "falácia", "mentira", "oportunismo", "discurso falso", "candidato midiático"…

Robinson disse que Henrique adere a todos os governos com a promessa de ajudar ao Estado, mas não consegue resolver nada, lembrando que mesmo sendo presidente da Câmara e o primo Garibaldi sendo ministro, nada fizeram pelo Governo Rosalba…

Disse que no Governo Rosa ele criou um Conselho Político que não funcionou, que ele mandava e desmandava, e que em eventos do Governo, ele discursava como se fosse o governador e Rosalba a espectadora…

Robinson falou que Henrique não é oposição ao Governo Rosa, já que na gestão atual ainda tem pessoas ligadas a ele, como o secretário de Desenvolvimento, Silvio Torquato, tio do deputado Gustavo Fernandes (PMDB), a Secretaria de Assssitência Social, que tem o DNA do vice de Henrique, João Maia, e o líder do Governo, o democrata Getúlio Rêgo, que vota em Henrique…

Robinson acusou Henrique de nunca ter morado no Rio Grande do Norte, de ter nascido no Rio de Janeiro, ter se criado no Rio e de ser carioca…

De ser um candidato que teme o voto livre.

"Em Pau dos Ferros ele quer as bandeiras verde e a vermelha por ter medo da disputa democrática"…

O candidato Robinson Faria criticou as pesquisas dos institutos Consult e Ibope, disse que desconhecia o instituto Seta, lembrando que a cada eleição aparecem institutos novos, e afirmou que os números que estão sendo divulgados não lhe abalam, creditando toda confiança no instituto GPP, que faz pesquisas para candidatos como Aécio Neves, e que no Rio Grande do Norte reconhece a dianteira de Robinson Faria…

"Vou ganhar a eleição e ele vai ter que sentir o gosto da oposição", disse Robinson, que identificou a carreira política do candidato adversário como "grave carreira adesista", sempre perdendo e aderindo aos vencedores.

fonte: Thaisa Galvão

FOTO: TUDO CERTO ENTRE MAX E PIMPÃO


FOTOS: REUNIÃO POLÍTICA NO SÍTIO MORADA NOVA



AMÉRICA CONTRATA ATACANTE





Ficha do atleta:  

Nome completo: Emerson Brito dos Santos
Natural de: Salvador-BA
Data nascimento: 208/07/1991
Altura: 1,70m
Clubes em que passou: Palmeiras, Oeste, Ceará, Bahia e Vitória-BA.

CANDIDATO AO GOVERNO DO CEARÁ ASSUME HOMOSSEXUALISMO


O candidato no programa eleitoral exibido na sexta-feira, no Ceará. Foto: Divulgação
O candidato no programa eleitoral exibido na sexta-feira, no Ceará. Foto: Divulgação
Enquanto a candidata à Presidência Marina Silva (PSB) recua do apoio ao casamento gay, um candidato a governador não apenas se declara a favor, como assume ser homossexual e exibe beijos entre dois homens e duas mulheres na propaganda eleitoral na TV.
E isso aconteceu no Nordeste, onde não há uma postura liberal e um ativismo tão ostensivo em relação ao tema, como acontece no eixo Rio-São Paulo.
No programa exibido na sexta-feira (30), Aílton Lopes, postulante do PSOL ao governo do Ceará, fez até este momento das eleições 2014 a exposição pessoal mais contundente em relação à política LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros).
“Eu sou gay e sei como foi difícil me aceitar, me assumir. Enfrentei o medo da rejeição. A desconfiança se eu era normal. O medo de ser alvo de piadas”, declarou o sindicalista, de 36 anos, que está em quarto lugar nas pesquisas, com 4% das intenções de voto.
Entre as propostas apresentadas por ele está o direito ao casamento civil, a adoção por casais gays, o nome social (adotado por travestis e transexuais) e educação plural (sem distinção entre gêneros e condições sexuais).
Antes da fala de Ailton Lopes, o programa do PSOL exibiu cenas que retratam a quebra de tabus e a diversidade sexual. Um casal de namorados no qual o rapaz veste saia longa e a moça usa calça. Um cabeleireiro que se transforma em drag queen. O beijo de um casal de lésbicas e um beijo entre dois rapazes.
Cena de beijo gay no programa eleitoral do PSOL cearense. Foto: Divulgação
Cena de beijo gay no programa eleitoral do PSOL cearense. Foto: Divulgação
No YouTube, o vídeo desta edição do programa de Ailton Lopes teve, até a manhã desta segunda-feira (1), 44 mil acessos.
No espaço de comentários do portal, a maioria das manifestações foi contrária à política pró-gays adotada pelo candidato. Algumas opiniões:
“As famílias normais e a sociedade decente nunca irão aceitar como normal uma aberração da natureza.”
“Ainda bem que tenho TV por assinatura e a minha família não precisa ver isso.”
“Tantas pessoas passando fome, saúde precária, e vocês se preocupando com a sexualidade de vocês.”
“Essa propaganda é uma comédia, piada, lixo eleitoral.”
Fonte: Terra

PMDB JÁ ACENA PARA MARINA SILVA


As chances efetivas de vitória de Marina Silva na eleição presidencial já levam a ala do PMDB que apoia a candidatura do senador Aécio Neves (PSDB) a dar como certa a adesão da legenda a um eventual governo seu. A avaliação desse grupo é a de que as chances de recuperação do tucano são difíceis e a perspectiva de poder hoje está com Marina.


Isso faz com que a histórica divisão do PMDB ganhe novos contornos. Se antes da campanha o debate era levar ou não o partido a apoiar a reeleição de Dilma Rousseff, agora ele começa a se dar entre compor ou não com Marina e o momento em que essa sinalização deve ser feita.
A cúpula peemedebista, responsável pelo apoio pró-Dilma e que tem em Michel Temer, Renan Calheiros e José Sarney seus expoentes, quer colocar a máquina do partido para derrotar Marina no 2.º turno. Em caso de vitória de Marina, esse grupo fala em dar os tradicionais 100 primeiros dias de trégua ao seu governo para, nesse período, aguardar os sinais da ex-ministra. Prevê, porém, uma relação hostil. Justamente por onde a outra ala planeja crescer. Geddel Vieira Lima, candidato ao Senado pela Bahia, tem interesse em liderar esse movimento.
Os aecistas do PMDB, em processo de transfiguração para neo-marineiros, querem começar a emitir os sinais da adesão ao fechar das urnas do primeiro turno. Estão espalhados por Estados como Bahia, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, prontos para deflagrar esse processo. “Marina já sinalizou que abrirá o diálogo com os políticos. Temos plenas condições de dar sustentabilidade e governabilidade a ela”, disse o vice-líder da bancada da Câmara, Danilo Forte (CE).
Até mesmo peemedebistas egressos de Estados que apoiam Dilma avaliam que o PMDB estará com Marina se ela vencer. “O PMDB é um partido pragmático. Não teria problemas em se reposicionar e integrar a base de Marina”, disse Saraiva Felipe (MG), ex-ministro da Saúde do governo Lula.
Além de derrotar Dilma, essa ala do PMDB pretende aproveitar o embalo para contestar Temer no comando da sigla. Afinal, é ele o maior avalista do acordo com o PT. Assim, a eleição de Marina resultaria em um reposicionamento interno de forças políticas na legenda.
Jarbas Vasconcelos (PE) e Pedro Simon (RS) seriam os interlocutores naturais, uma vez que próximos a Marina. Mas o problema é que eles não têm força interna para, sozinhos, conduzirem o partido rumo a ela.
Uma aposta é que os governadores eleitos pelo partido possam fazer essa intermediação, uma vez que há uma dependência financeira grande dos Estados em relação à União, o que torna a aproximação necessária.
Nomes como os senadores Eduardo Braga (AM) e Eunício Oliveira (CE) e o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), que lideram as pesquisas eleitorais em seus Estados, são algumas opções. Entretanto, por motivos óbvios, a relação também terá necessariamente de passar pelo Congresso Nacional, onde o cenário hoje colocado para comandar as duas Casas é de dois peemedebistas conhecidos por jogar duro com o Palácio do Planalto: o senador Renan Calheiros (AL) e o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ). Uma vez eleitos, o jogo terá de passar por eles. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
fonte: Estadão Conteúdo

"ACORDÃO" PREJUDICANDO WILMA


O falcão tá vendo tudo lá de cima
O acordão está vivendo uma grande crise..
Em todas as pesquisas divulgadas nesta semana a candidata ao senado Wilma de Faria tem sido colocada em situação difícil..
Segundo o Ibope, Consult e Instituto Seta a guerreira vai caminhando para a derrota…
Fátima Bezerra emparelhou e passou Wilma, a galera da guerreira  tá fumando uma guenga, todos chateados com Henrique e Garibaldi Alves que estariam fazendo corpo mole..
Um wilmista disse que sempre foi contra o acordão por causa disso, segundo ele, quem se aproxima dos Alves é pra se lascar.. Ele revelou que os Alves lascaram Wanderley Mariz em 1986, João Faustino em 1996, Fátima Bezerra em 2008 e agora vão lascar Wilma..
Eu já cantei a pedra aqui no blog quando disse que existe o acordo do falcão com bacurau feito em Brasilia..

FONTE: BLOG DO PRIMO

WILMA COLA EM MARINA



wilma marina
  A candidata ao Senado pelo PSB, Wilma de Faria, viaja a São Paulo. A presidenciável do seu partido, Marina Silva, gravará as inserções para o horário eleitoral pedindo votos pra Wilma..
Depois de prometer o ‘Passe Livre’ para os estudantes e o ‘Primeiro Emprego sem Experiência’,Wilma agora quer pegar carona em Marina..
Mas, segundo as pesquisas, Marina tá mais lascada que Wilma nas intenções de votos no RN.

fonte: blog do Primo

MAIS PESQUISAS REGISTRADAS

O instituto Seta registrou mais duas pesquisas no TRE-RN.

Uma encomendada pelo portal Nominuto (00019/2014), que entre amanhã e quinta-feira ouvirá 1.700 eleitores em todo o Estado, e a outra encomendada pelo jornal Gazeta do Oeste (00020/2014), que também entre amanhã e quinta ouvirá 600 eleitores em todo o RN.

A pesquisa do Nominuto custou 22 mil reais.

A da Gazeta, 5 mil reais.

Ambas podem ser publicadas a partir de sexta-feira, dia 5.

*

A pesquisa do instituto Seta divulgada neste domingo, que deu a primeira virada da deputada Fátima Bezerra (PT) como candidata ao Senado, foi a que, até agora, deu a maior maioria do candidato a governador Henrique Alves (PMDB) sobre o candidato Robinson Faria (PSD).


Thaisa Galvão

domingo, 31 de agosto de 2014

A PAZ VOLTA REINAR NO AMÉRICA-RN

Conforme antecipamos no início da tarde, o atacante Max vai viajar para Curitiba e atuar na quarta-feira contra o Atlético Paranaense. A diretoria do presidente Gustavo Carvalho agiu rápido, buscou a conciliação entre Max e Rodrigo Pimpão e a situação foi contornada. Houve um reconhecimento de erro por parte dos dois jogadores, ambos disseram que o episódio estava totalmente superado e fizeram as pazes. Agora é pensar na decisão de quarta-feira em Curitiba e buscar a classificação dentro da Arena da Baixada.


fonte: Vermelho de Paixão

FOTOS: ANIVERSÁRIO DE DI



FOTOS POSTADAS NO FACEBOOK DE MANOEL AMADOR

DETALHAMENTO DA PESQUISA

Qual o segredo da leitura de uma pesquisa?

Os números.

Não apenas.

De onde vem os números?

Acerta quem diz que o segredo da leitura de uma pesquisa está no mapa.

Quantas entrevistas feitas em cada área do Estado.

Vendo aqui os detalhes da pesquisa do instituto Seta, divulgada neste domingo de carreatas, eis que me deparo com um mapa que…

Você entende?

Veja aí:

SETA
IMG_9605.PNG


O mapa é divulgado por microrregião e com percentuais, e não com números.

Ao contrário de outros institutos de pesquisas que revelam as cidades por região.

No mapa da Seta, o que significa microrregião?

Umarizal é microrregião?

E Pau dos Ferros?

Natal é?

Se Umarizal é, por que é que São Gonçalo e Ceará-Mirim, por exemplo, grandes colégios eleitorais do Rio Grande do Norte, não são?

Os dois municípios, pela sua importância eleitoral, são citados na pesquisa do Ibope.

Que especifica as cidades pesquisadas.

Na Geografia do instituto Seta…entendi nadinha.

IBOPE
IMG_9606.PNG
Mas…a Justiça Eleitoral não exige o detalhamento das pesquisas?
Detalhamento…como?


fonte: THAISA GALVÃO