domingo, 24 de março de 2013

GOVERNO FEDERAL LIBERA R$ 17,6 MILHÕES PARA O HOSPITAL WALFREDO GURGEL


Em visita ao Hospital Walfredo Gurgel, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou ontem pela manhã a liberação de R$ 17,6 milhões para o maior pronto-socorro de urgência e emergência do Rio Grande do Norte. Os recursos fazem parte do programa federal SOS Emergências para qualificar o atendimento em 40 hospitais de pronto-socorro e todo o Brasil para qualificar a gestão e ampliar o acesso ao atendimento aos usuários.
O ministro e a governadora Rosalba Ciarlini assinaram o termo de adesão do RN, apesar de o Estado já fazer do programa. A partir desse mês de março, o Walfredo Gurgel vai receber R$ 11 milhões por ano do Ministério da Saúde para a abertura de 118 leitos de retaguarda, as enfermarias de leitos clínicos, enfermarias de leitos de longa permanência, UTIs, unidades coronarianas e unidades de atenção ao Acidente Vascular Cerebral.
Foto: Ney Douglas/NJ.
Ney Douglas/NJ
Rosalba Ciarlini e Alexandre Padilha assinam liberação de verba através do programa SOS Emergências

Do total, R$ 3 milhões já foram repassados e serão investidos na reforma e compra de equipamentos para o hospital, e R$ 3,6 milhões por ano serão destinados para a montagem do Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar (NAQH) com a contratação de pessoal para acompanhamento aos pacientes.
Alexandre Padilha chegou na companhia da governadora Rosalba Ciarlini às 9h15 no Hospital Walfredo Gurgel, que não estava em seus piores dias no pronto-socorro porque foi providenciada pela direção um redirecionamento de pacientes para outras unidades hospitalares do Estado. O ministro entrou no corredor de traumatologia que estava praticamente vazio. No corredor de observação clínica e ortopedia, viu mais de 40 pacientes em marcas. A imprensa foi impedida de acompanhar a visita.
A visita do ministro também virou um fato político. Alexandre Padilha, do PT, dividiu o mesmo espaço com o senador Agripino Maia (DEM) que classificou a visita como um passo importante para o Governo do Estado resolver os problemas na saúde. A deputada federal Fátima Bezerra (PT), o senador Paulo Davim e o deputado federal Paulo Wagner (PV), o presidente da Câmara Federal, Henrique Alves e o ministro da Previdência Garibaldi Filho, ambos do PMDB, acompanharam o ministro.
Novo Jornal

Nenhum comentário:

Postar um comentário