SENADORES DO BRASIL ENFRENTAM PROTESTOS NA VENEZUELA

Da Agência Estado:
A comitiva de senadores brasileiros que viajou à Venezuela teve que voltar, mais uma vez, ao aeroporto de Caracas por causa dos protestos pró-governo de Nicolás Maduro. Segundo o senador Aloísio Nunes (PSDB), depois de quatro horas aguardando no terminal, os parlamentares foram em direção ao presídio Ramo Verde, onde está preso Leopoldo López, adversário de Maduro, mas encontraram obstáculos pelo caminho. “O túnel que dá acesso ao presídio está fechado. Motivo? Está sendo lavado. Isso impediu, de novo, nossa viagem. Voltamos ao aeroporto”, informou em seu perfil no Twitter.
Mais cedo, Nunes já havia dito que, caso a visita não tivesse êxito, a comitiva voltaria ao Brasil e pressionariam a presidente. “Tentaremos cumprir nossa missão. Se não der, voltaremos ao Brasil e continuaremos a pressionar Dilma para subir o tom em relação à Venezuela”, postou.
A comitiva de senadores que viajou à Venezuela ficou sitiada a um quilômetro do aeroporto de Caracas nesta quinta-feira. “Manifestantes pró-governo venezuelano estão obstruindo toda a pista. É realmente de uma petulância e prepotência. Pior que qualquer ditadura da África”, afirmou o senador Ronaldo Caiado (DEM), um dos parlamentares que integram a comitiva. Segundo ele, foram arremessadas pedras no ônibus em que os senadores estão.


A comitiva dos senadores está na Venezuela para prestar solidariedade aos políticos de oposição presos pelo governo do presidente Nicolás Maduro. O senador Ronaldo Caiado (DEM) contou que o embaixador do Brasil naquele país, Ruy Pereira, recebeu os senadores no aeroporto, mas foi embora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MEGA-SENA ACUMULOU