quinta-feira, 27 de junho de 2019

QUEM É O MILITAR PRESO COM 39 KG DE COCAÍNA NO AVIÃO DA FAB


O militar preso na Espanha com 39 quilos de cocaína transportados no avião da FAB atende no meio militar pela patente de segundo-sargento Silva Rodrigues, informa o Radar, da Veja.

Ele tem 38 anos e, segundo fontes do Planalto, atuava no Grupo de Transportes Especiais da FAB como comissário de bordo.

Silva Rodrigues não tinha cargo na Presidência da República e não estava ligado diretamente na equipe presidencial de Bolsonaro, que rumou para o Japão nesta terça-feira. Ele poderia ser requisitado em caso de emergência.

A pedido de Bolsonaro, que está profundamente irritado com o episódio, assessores do Planalto já identificaram a falha na segurança que permitiu o embarque da droga.

O militar Silva Rodrigues não passou pelo aparelho de Raio-X, de uso obrigatório, da Base Aérea da FAB.

Fontes do Palácio do Planalto informaram o Radar que o segundo sargento Silva Rodrigues, preso com a mala de cocaína na Espanha (leia mais em Quem é o homem da mala), não integrava a equipe presidencial de Jair Bolsonaro na viagem ao Japão.

O militar é, de fato, vinculado ao Comando da Aeronáutica, com salário de 7 200 reais, e viajou com presidente pelo menos uma vez. Foi em fevereiro, quando Bolsonaro deixou Brasília para fazer exames de saúde em São Paulo.

BLOG DO DINA

Nenhum comentário:

Postar um comentário