quarta-feira, 30 de setembro de 2015

AMÉRICA-RN PRETENDE MANTER BASE PARA 2016

A diretoria do América quer definir os primeiros passos para a temporada 2016. Apesar da eliminação precoce na Série C, a intenção dos dirigentes é dar sequência ao trabalho do técnico Roberto Fernandes e renovar com parte do elenco que disputou a competição. A situação financeira, agravada pela saída do Brasileirão, no entanto, é um entrave nas negociações, que começarão na próxima segunda-feira (5).

"A gente precisa adequar comissão técnica e jogadores à realidade do clube, à situação que vive o América. Se o bom senso falar, a gente pretende manter uma base para o próximo ano, porque é importante. Mas não depende só do América", destacou o diretor de futebol do clube, Eliel Tavares. Especula-se que a comissão técnica do Dragão receba cerca de R$ 60 mil. 

Os dirigentes se reuniram nesta terça-feira (29) e projetaram também o início das negociações apenas para a próxima semana, já que o América passa por um momento eleitoral.

"Em outubro tem as eleições do clube e nós precisamos ter esse nome definido, porque é esse presidente que vai administrar neste momento difícil pelo qual passa o clube, então ele precisa estar por dentro e concordar com as negociações", explica o dirigente, sem citar se Hermano Morais continuará no exercício do cargo.

Além disso, o departamento de futebol já projetou a reapresentação dos jogadores do Dragão: na segunda quinzena de novembro. Atualmente, o plantel custa ao clube cerca de R$ 400 mil.


Dos que terminaram a competição, o zagueiro Zé Antônio Potiguar, os atacantes Reis, Max e Luiz Eduardo, além do meia Cascata têm contratos até o próximo ano.

NOVO JORNAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário